quarta-feira, 19 de janeiro de 2011

Desvendando mitos e confirmando teses

"Porque você estará em meu coração
Sim, você estará em meu coração
Deste dia em diante
Agora e para sempre mais"


O texto acima é a tradução de um trecho da múscia You´ll be im my heart (Phil Collins), que embalou nossa saída da cerimônia de casamento.

Aquele foi um dia estressante, em que tudo deu certo (depois de dar beeeem errado!) e quando realizamos nosso maior sonho, numa cerimônia regada de significados.

É, é bem verdade que os convidados não tinham a menor idéia de muitos desses significados, mas para nós tudo tinha um motivo muito especial de ser!

Uma vez casados, numa cerimônia inesquecível, em que o Pastor Jonas Pires, criativo como ele só, conseguiu nos falar sobre a profundidade do termo LEALDADE utilizando uma dupla pra lá de questionável: A SOGRA E A NORA, chegou então o momento de viver na prática o que até então se concentrava apenas no evento.

Eu sempre desconfiei do excesso de felicidade da maioria das minhas amigas/conhecidas que diziam, movimentando todos os músculos faciais com certo exagero, que "CASAR É MUUUUUITO BOM!".

Apenas uma amigona, tipo "das minhas", teve a coragem de dizer que esse troço de casar era muito estranho. Me lembro bem das palavras: "Amiga, não é ruim não, mas é estranhão ver um homem andando de cueca naturalmente pela sua casa. Num to acostumada não! Ah, e orar? Agora você tem sempre que orar por ele também e, outra coisa, os problemas dele são seus... dá um pau no serviço dele, você tem um problema junto!".

ABENÇOADA AMIGA! Abriu meus olhos... tirou toda ilusão e botou a realidade pesada na mesa! Pânico!

Ok! Nada de pânico, é que exagerar faz parte do meu SER. No sentido literal! SOU exagerada, muuuuuuuuuito exagerada! Entendeu?

Ok! Continuando:

O casamento da prática é recheado de experiências boas e ruins, como tudo nessa vida! Vou então aproveitar pra contar o que é mito e o que é verdade para aqueles que seguem firmes no mesmo propósito que tínhamos há alguns meses: CASAR.

MITO - QUANDO CASAR SARA
Gente, isso é mentira do diabo! Não sara nada, tenho um problema chamado Síndrome do Intestino Irritável desde criança, já casei, passei o período máximo de experiência autorizado pela CLT e nessa semana tive que voltar ao médico para buscar um tratamento. Deixei quase oitenta reais na farmácia! Nunca na história dessa minha vida eu tinha gasto tanto num único remédio... RESULTADO: NÃO ADIANTA PROTELAR ATÉ O CASAMENTO, VOCÊ VAI CONTINUAR DOENTE!

TESE COMPROVADA : CASAR ENGORDA!
Caraca, é difícil de acreditar, mas a mudança de rotina lasca com a gente. Nunca na história dessa minha vida eu engordei tanto em tão pouco tempo, e olha que comer coisas erradas é comigo mesma. Me arrisco inclusive a dizer que estou mais saudável no quesito alimentação, mas num to vencendo a briga com a balança não. E o meu marido vai na mesma linha. Tá tão fofinho...

MITO - A CASA SÓ FICA BAGUNÇADA QUANDO TEM CRIANÇA
Outra mentira! Eu não venço limpar casa. E também não gosto! Caraca, e o pior de tudo é que na sua própria casa você não descansa, porque fica olhando tudo clinicamente e listando o monte de limpezas que se acumulam (portas, janelas, banheiro, móveis, roupa pra passar, pra lavar, pra estender... ai, como cansa!).

TESE COMPROVADA: QUEM CASA, SAI DE CASA!
É verdade, minha mãe e minha irmã se encarregaram rapidamente de despachar minhas coisas. O quarto já não tem vestígios meus e isso magoa! Com o Andrey não foi diferente: o Marcel realizou o sonho do quarto próprio um dia após o casamento e encaixotou todas as coisas do meu maridinho em dois tempos. Tá, eu sei que nos casamos e temos uma casinha lindinha, mas precisava tanta pressa de se livrar da gente? ESTAMOS EM TERAPIA!

MITO – O PRIMEIRO ANO DE CASAMENTO É O MAIS DIFÍCIL
Nada disso pode ser verdade, ou então dei a sorte de desposar o marido mais incrível do mundo (Se bem que disso eu já tenho certeza)! É que assim, temos sim alguma dificuldade de adaptação ao ritmo que a nova vida nos impõe: de cuidar da casa/trabalhar/cozinhar e dar atenção ao outro. Mas essas dificuldades nos aproximam todos os dias. Meu marido tem o cuidado de me priorizar e isso faz com que me sinta plena. Entre nós, a cumplicidade só faz aumentar. O sentimento pelo outro é cada dia mais intenso e hoje pareço uma adolescente em início de namoro, que sente saudades do namorado 15 minutos depois de o mesmo ter se despedido. O lado bom, no meu caso, é que todos os dias ele está ali do ladinho... dormindo tranquilamente e sonhando COMIGO!

Aí gente, eu tenho que reconhecer, e me imaginem dizendo isso com pronúncia SU-PER DES-TA-CA-DA: casar é muuuuuuito bom!

3 comentários:

  1. Parabens pra vcsss, mais uma vez né.

    Curti a postagem... é bom saber de algumas coisas.
    Por isso to sussi
    ahsduhauduashdusahu
    O casamento que me aguarde! Daqui muitos aninhos
    ahsudhuahda


    beiiijo Casaaaal lindo

    ResponderExcluir
  2. Flávia Prima da Anna rs19 de janeiro de 2011 09:48

    Ai Si, parabéns...e confesso q mesmo com os mitos e teses eu permaneço no rumo do altar...
    Aliás, o que me ajudou mto foi essa sua ultima expressão: casar é muuuuuuuuuuuuuito bom..hahaha
    beijo

    ResponderExcluir
  3. vc me surpreende sempre, Si!...

    kkkkkkkkkkkkk

    #medivirto


    amo vcs!!!

    ResponderExcluir